Arquivo da tag: The Body

Resenha: Thou + The Body – You, Whom I Have Always Hated (2015)

Álbuns colaborativos têm sempre a ambição de unir horizontes, apesar de que naturalmente há um ponto opaco em comum que viabilize essa junção de artistas. Um exemplo mais recente disto envolve o Sunn O))), que já trabalhou com nomes como Boris e Ulver em busca de explorar a psicodelia dos drones. Mas e quando essa união vem de duas das entidades que mais transpiram agonia e desolação na face da terra, o quão masoquista isto pode ser?

Thou e The Body são bandas realmente frenéticas, incansáveis e incontroláveis; marcadas pelas dezenas de registros nos últimos anos (contando também os splits e colaborações), onde nenhum deles é um mero déjà vu de diferentes formas de sofrimento, o objetivo de ambas é sempre trazer a dor em uma forma mais viva. Os ótimos lançamentos do ano anterior (“I Shall Die Here” do The Body, e “Heathen” do Thou) ofuscaram o início dessa parceria com o EP “Released From Love”, que é uma massa preta de sujeira e caos.

As linhas entre as duas entidades borram ainda mais em “You, Whom I Have Always Hated”. Seus dois sons e estilos distintos se fundem ainda mais, torcendo e colidindo em uma pilha grotesca e alucinante de ódio auto-replicante e destruição. E a abertura com “Her Strongholds Unvanquishable” traz uma dose niilista de movimentos industriais inexplicáveis, até desencadear em “The Devils of Trust Steal the Souls of the Free”, com uma incrível agressividade exalada pelos vocais de Vic Chessnut (Thou) e Chip King (The Body). Um desespero de sangrar os ouvidos.

Se “Beyond the Realms of Dream, That Fleeting Shade Under the Corpus of Vanity” é uma progressão lenta de gemidos e ambientações eletrônicas, “Terrible Lie” é definitivamente o ponto que faz valer a audição desse álbum. Ora, um cover de Nine Inch Nails? Sim, só que em uma versão muito mais colossal e corrosiva. Em vez de misturar seu respectivo poder e intensidade em conjunto, as duas bandas optam por multiplicá-lo e deixar o amor à violência sonora se acumular em ambas, criando uma sensação crescente de tensão e um peso de proporções alarmantes.

Tracklist:
1. Her Strongholds Unvanquishable
2. The Devils of Trust Steal the Souls of the Free
3. Terrible Lie
4. Beyond the Realms of Dream, That Fleeting Shade Under the Corpus of Vanity
5. He Returns to the Place of His Iniquity
6. Lurking Fear