Arquivo da tag: Trophy Scars

Resenha: Trophy Scars – Holy Vacants (2014)

Formado em 2002, na estado de New Jersey, o Trophy Scars é uma banda americana de Post-Hardcore que sempre carregou uma intensa dose de emotividade, além de várias alterações em sua sonoridade e algumas mudanças de membros.

As expectativas de muitos foram altas após o EP “Never Born, Never Dead” (2011), último trabalho do grupo, trazendo incríveis doses de neo-psicodelia e Blues. A temática ficava centrada em questões existencialistas e experiências de reencarnação.

Mas em “Holy Vacants”, temos um conceito que é verdadeiramente um roteiro cinematográfico; entranho em alguns momentos, mas mescla religião e mitologia de uma maneira fixadora. Tudo acontece em volta de um casal de amantes que busca a fonte da imortalidade; essa qual viria em um incansável abatimento de anjos, usando uma substância chamada Qeres, onde assim poderiam beber o sangue das criaturas divinas e buscar a vida eterna.

Toda essa overdose de bizarrices já seria suficiente para o álbum dar errado, mas não, por mais que as letras soem bobas no papel, elas se encaixam perfeitamente com a ideia musical, trazendo o medo e a escuridão para quem acompanha firmemente o desenrolar do registro.

A voz de Jerry Jones é um grande destaque, ficando entre a fúria e a tensão, em alguns momentos lembrando Tom Waits (como em “Qeres”). O álbum atinge o seu auge com a gloriosamente cativante “Crystallophobia”, que segue sólida em todo o seu tempo. Com alguns momentos acelerados, “Gutted” é facilmente a música mais variado do álbum; e “Everything Disappearing” cresce a cada minuto, trazendo riffs de Blues e explodindo em vocais femininos, fazendo o clímax para
terminar o álbum através da calma e bela “Nyctophobia”.

Tracklist:
1. Extant
2. Qeres
3. Archangel
4. Crystallophobia
5. Burning Mirror
6. Hagiophobia
7. Chicago Typewriter
8. Vertigo
9. Gutted
10. Every City, Vacant
11. Everything Disappearing
12. Nyctophobia